Receba informações por e-mail

terça-feira, 20 de março de 2012

"Declaração de um viciado"


A conheci e me encantei
Isso, a um tempo atrás
Me conquistou
E a cada dia que se passa
Eu te quero sempre mais
Na minha mente você entra
E me faz viajar
Com você  ao meu lado
Eu posso ir a qualquer lugar
De noite ou dia
A qualquer hora ouço seu chamado
Da minha boca ,o meu amor
Por ti é declarado
E vou dizer pro mundo inteiro
Que eu não vou parar
Também não quero clinica alguma
Pra eu me recuperar
Ela romântica,suave e agressiva
Através dessa Dama
Foi que mudei minha vida
Entre os meus dedos
Olha só, ela se mostra presente
As vezes me faz rir
De forma irreverente
Quem nunca teve ou sentiu
Por ela admiração
Nunca vai entender, o porquê
Da minha devoção
Quando estou ao seu lado
Esqueço o mundo ao meu redor
Não escuto chamar meu nome
Mesmo acompanhado,sigo só
Com ela na boca,no corpo e na mente
E isso não me deixa nada deprimente
Ao contrário do que se houve por aí
Ela não traz nostalgia
Eu te convido a conhece-la ,pode vir
Ela não escolhe cor,raça,credo
ou classe social
Entre os ricos ou pobres
Pra ela é normal
Também não faz nenhuma
Distinção de idade
E até te leva para um mundo
Repleto de grade
Ela te chama,olha só
E não vai ter estia
Ela é bandida,é marginal
Meu vício é Poesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...