Receba informações por e-mail

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Literatura das periferias terá espaço na Jornada Nacional de Literatura de Passo Fundo

O rapper Emicida e o poeta Sérgio Vaz discutirão,
ao lado do mexicano Alejandro Reyes, o tema “A leitura das ruas”
A produção cultural das periferias ganhou notoriedade e conquistou espaços importantes na cena literária brasileira. Um dos sinais da relevância desse fenômeno social é o espaço que ele ganhou até na mídia tradicional, sempre apontada por levar ao público apenas o mainstream. O rapper Emicida e o poeta paulista Sérgio Vaz são grandes expoentes desse movimento.
Junto com o jornalista mexicano Alejandro Reyes, Emicida e Sérgio Vaz participam do último palco de debates da Jornada Nacional de Literatura de Passo Fundo. Intitulado “A leitura das ruas”, o encontro está marcado para as 14h do dia 31 de agosto e será seguido por show com Emicida.
Emicida é considerado uma das revelações do hip hop brasileiro. É dele a música Triunfo cujo clipe no Youtube recebeu mais de 4 milhões de visualizações. Atualmente, ele é repórter do programa Manos e Minas veiculado pela TV Cultura.
Sérgio tem seis livros editados: Subindo a ladeira mora a noite, A margem do vento, Pensamentos vadios, A poesia dos deuses inferiores, Colecionador de Pedras e Literatura, Pão e Poesia. À frente da Cooperifa (Cooperativa Cultural da Periferia), transformou bares em centros culturais, com a realização de saraus que reúnem em torno de 300 pessoas para ouvir e falar poesia. Outro projeto do Poeta da Periferia que merece destaque é o Poesia contra a violência que percorre escolas da periferia incentivando a leitura e a criação poética como instrumento de arte e cidadania.
No Brasil desde 1995, o mexicano Alexandro Reyes é jornalista e escritor. É mestre em Estudos Latino-Americanos e colabora com meios de comunicação alternativos, nos quais escreve sobre movimentos sociais no México, EUA e Brasil. Participou do Movimento Literário Baiano e publicou três livros: Vidas de rua, Contos mexicanos e A rainha do Cine Roma, finalista do prêmio Leya 2008.
Jornada de Literatura
Pioneira no calendário brasileiro de eventos literários, a Jornada é realizada desde 1981, e, nessa 15ª edição, receberá mais de uma centena de escritores de nove nacionalidades. O tema escolhido pela organização é “Leituras jovens do mundo”. Entre os dias 27 e 31 de agosto, autores, intelectuais e seus leitores vão explorar o potencial, as preferências e a diversidade de interesses e de comportamentos desse público em especial.
A realização é da Universidade de Passo Fundo (UPF) em parceria com a Prefeitura Municipal de Passo Fundo e com apoio de empresas e órgãos públicos. Informações podem ser obtidas no portal www.jornadasliterarias.upf.br, pelos e-mails jornada@upf.br ou jornadinha@upf.br e pelo telefone (54) 3316 8368.

Mais Informações à Imprensa
Lu Fernandes Comunicação e Imprensa
Tel: (11) 3814-4600
Atendimento: Leonardo Neto / Mary Zaidan

Em Passo Fundo: Assessoria de Imprensa UPF
Tel: (54) 3316-8110
Atendimento: Maria Joana Chaise/Cristiane Sossella

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...